Alerta Amarelo: Norte, Centro e Alentejo.
O fim de semana vai ser marcado pela chuva, vento forte e queda de neve acima dos 1.400 metros, adiantou à agência Lusa a meteorologista Ângela Lourenço, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

“Neste momento chove com alguma intensidade principalmente nas regiões norte e centro. A superfície frontal irá atravessar o território ao longo de todo o dia, pelo que a chuva intensa irá atingir também a região sul”, explicou.

Ângela Lourenço informou que Portugal continental está numa situação de ‘Aviso Amarelo’ de rajadas de vento, chuva e agitação marítima, que vai afetar principalmente as regiões do norte e centro e também o Alentejo (no que diz respeito à precipitação).

“Vamos ter vento forte, com a rajada mais elevada a atingir 80 quilómetros por hora no litoral a norte do distrito de Leiria, essencialmente e nas terras altas rajadas da ordem dos 100 quilómetros por hora”, disse.

Queda de neve no que diz respeito ao fim de semana, Ângela Lourenço salientou que está prevista a continuação da ocorrência de precipitação, tanto no sábado, como no domingo, nas regiões do norte e centro. “No sábado, a manhã vai apresentar-se com precipitação fraca, aumentando a partir da tarde, e vai manter-se durante todo o dia de domingo.

No fim de semana, o vento vai soprar também com intensidade e vamos continuar com agitação marítima na costa ocidental”, adiantou a especialista.

Quanto às temperaturas previstas para hoje e para o fim de semana, Ângela Lourenço explicou que as mínimas vão oscilar ente os 10 e os 14 graus e as máximas entre 15 e 17.

“Vamos também ter queda de neve no fim de semana, acima dos 1.400 metros. A neve poderá cair na Serra da Estrela e nas serras que fazem fronteira com Espanha, como o Gerês, serra da Nogueira e do Larouco (distrito de Bragança)”, disse. Todos os distritos de Portugal continental, a Madeira e os grupos central e ocidental dos Açores estão hoje sob ‘Aviso Amarelo’ devido à chuva, vento forte e agitação marítima.

O ‘Aviso Amarelo’, o terceiro mais grave numa escala de quatro níveis, alerta para situações de risco para determinadas atividades dependentes das condições meteorológicas.

source:CM