O Presidente norte-americano anunciou que vai classificar o movimento ANTIFA como organização terrorista e culpou os meios de comunicação social por “fomentarem o ódio e anarquia” na onda de protestos contra a violência policial.

“Os Estados Unidos da América irão designar a ANTIFA como uma organização terrorista”, escreveu Donald Trump na rede social Twitter, numa referência ao movimento que já veio classificar como de “extrema esquerda radical” e ao qual atribuiu responsabilidades pelos confrontos na onda de protestos após a morte do afro-americano George Floyd, num caso de racismo e de violência policial.

Também através do Twitter, o Presidente dos Estados Unidos criticou os “meios de comunicação social tendenciosos”, acusando-os de estarem a “fazer tudo o que podem para fomentar o ódio e a anarquia”.

“Desde que todos compreendam o que os media estão a fazer, que são notícias falsas propagadas por pessoas más com uma agenda doente, podemos facilmente lidar com eles”, acrescentou Donald Trump.

Numa série de mensagens, o líder norte-americano faz ainda referência à Guarda Nacional norte-americana, uma força de reserva destacada no Estado do Minnesota para ajudar a polícia local a conter os protestos, naquele que é o epicentro das manifestações contra a violência policial por ter sido ali que George Floyd foi morto.

“Parabéns à nossa Guarda Nacional pelo excelente trabalho que fizeram imediatamente após a sua chegada a Minneapolis, Minnesota, no sábado à noite”, escreveu.

Trump adiantoa que, devido à acção da Guarda Nacional, “os ANTIFA, que lideram os anarquistas entre outros, foram rapidamente bloqueados”.

E disse ainda que “outras cidades e estados liderados pelos democratas deveriam olhar para o bloqueio total dos anarquistas de esquerda radicais em Minneapolis”, sugerindo o recurso à Guarda Nacional noutros locais “antes que seja tarde demais”.

Além de ter sido chamada para o estado do Minnesota, num total de 2500 elementos, a Guarda Nacional foi activada na Geórgia, Kentucky, Wisconsin, Colorado, Ohio e Utah.