Este arroz, que pode ser escoltado com peixe frito ou de forno, esconde a subtileza e a frescura dos grelos e das ervilhas do campo.

O arroz não tem de ser necessariamente sempre igual. Preparei esta iguaria bem portuguesa, com o mítico arroz de montanha, que confere a este peculiar risotto, um equilíbrio perfeito entre o suave amargor dos grelos e o sabor adocicado das ervilhas.

Pessoas: 2-3
Tempo de Preparação: 30 minutos
Tempo de Confecção: 25 minutos

Ingredientes

  • 1 molhinho de grelos do campo
  • 1 chávena de ervilhas do campo
  • 1 chávena de arroz de montanha
  • 1 cebolinha branca
  • Azeite de boa qualidade
  • Sal a gosto

Instruções

Demolhe o arroz de montanha durante cerca de ½ hora

Prepare os grelos, aproveitando as pontas e as folhas mais macias

Descasque as ervilhas

Leve os grelos limpos e as ervilhas a cozer em caçarolas diferentes, até ficarem macios

Numa frigideira grande, refogue a cebola picada em azeite até ficar transparente, não deixando queimar e reserve

Arroz de Montanha

Leve uma caçarola com água em abundância ao lume

Costumo medir “a olho” (4-5 medidas de água para 1 medida de arroz)

Não adicione sal

Quando a água começar a borbulhar, adicione o arroz

Sem deixar ferver, vá mexendo suavemente

Perceberá que o arroz vai crescendo e ganhando uma forma deveras alongada

3-4 minutos é tempo suficiente para esta alquimia

Vá trincando o arroz para ver se está no ponto

Retire-o do lume e passe-o de imediato por água bem fria para lhe puxar a brancura e parar a cozedura

Finalmente misture os grelos e as ervilhas no refogado e tempere com sal a gosto

Adicione o arroz e está pronto a servir

Blog Notas de Degustação

Facebook Chef Rivotti

Arnaldo Rivotti
Português, profissional de comunicação, peregrino convicto, umas vezes ensaísta, outras vezes chef de cozinha, Arnaldo Rivotti, nasceu em Maringá-Brasil, a 30 de agosto de 1958. Fez o Caminho de Santiago, uma experiência que lhe mudou a vida.