O RAF Voyager foi repintado com uma bandeira da União na cauda e o 'Reino Unido' escrito em ouro.(Sky News)

A pintura de £1 milhão na aeronave usada pelo primeiro-ministro Boris Johnson foi revelada – mas foi condenada pelos oponentes.

O jato RAF Voyager – anteriormente cinza militar – foi repintado em branco, com uma bandeira da União na cauda e o ‘Reino Unido’ escrito em ouro na fuselagem.

Johnson já havia se queixado do tipo de pintura militar usado no jato.

Mas o custo da pintura foi criticado pelos políticos da oposição quando foi revelado no início deste mês.
O governo alegou que o trabalho custaria “cerca de 900.000 libras” e significaria que o avião poderia representar melhor o Reino Unido em todo o mundo com “marcas nacionais”.

As autoridades insistiram que o avião ainda seria capaz de cumprir seu papel militar como navio-tanque de reabastecimento ar-ar.

YouTube video

Falando sobre o preço, o porta-voz oficial do primeiro-ministro disse: “Isso incorpora o custo de criar um design que promova o Reino Unido em todo o mundo sem comprometer o papel militar vital do avião.
“Em todas as etapas, trabalhamos para garantir uma boa relação custo-benefício para o contribuinte do Reino Unido e todo o trabalho foi realizado no Reino Unido, beneficiando diretamente os fornecedores britânicos”.

Johnson perguntou porquê que o avião estava cinzento, dizendo que gostaria de ter um “avião Brexit” para ajudá-lo a promover a visão do governo da Grã-Bretanha global.

Ele também se queixou em 2018, enquanto secretário de Relações Exteriores, da disponibilidade do jato RAF Voyager, que é compartilhado pelo Primeiro Ministro, altos membros do Gabinete e a família real.

FonteMy London
Avatar
Manny Olas estudou em Cambridge, Reino Unido, e vive em Northampton desde 2003. É um apaixonado por comunicação, serviço publico e interação com o publico em geral. Faz emissões de rádio online e negocia no mercado de valores como passatempo.