Brasil A Imigração Está no Nosso Sangue

Hand putting check mark with green marker on excellent credit score evaluation form.

 

 

 

 

 

Com o slogan “A Imigração Está no Nosso Sangue”, o Ministério da Justiça lançou nas redes sociais a segunda etapa de uma campanha para combater o preconceito e a intolerância contra imigrantes e refugiados no Brasil, segundo informa o Sputnik.

O secretário nacional de Justiça e presidente do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), Beto Vasconcelos, alerta que até agora casos pontuais de intolerância contra refugiados têm ocorrido no país e que a campanha é uma forma de prevenir para evitar novos casos de violência.

“Em linhas gerais, na grande maioria o brasileiro é um povo acolhedor, solidário e consciente da sua própria história, mas a campanha é para prevenir e informar sobre o Instituto do Refúgio, que durante muito tempo foi pouco conhecido pela sociedade brasileira”, diz Beto Vasconcelos. “O que é o refúgio, por que é concedido, e como são reconhecidas as pessoas refugiadas. Qual a relevância, a importância disso na protecção humanitária. E na inserção brasileira na comunidade internacional – que garante essa protecção a pessoas afectadas por crises humanitárias e perseguições – é que nós desenvolvemos a primeira campanha. Esta segunda é complementar, tendo em vista que não só com relação a refugiados mas também com relação a imigrantes há manifestações confusas e pontuais de xenofobia.

O intuito das duas campanhas é informar, esclarecer tanto o Instituto do Refúgio como a nossa identidade migratória, e com isso prevenir manifestações que se dão certamente por falta de informação.”

Beto Vasconcelos ressalta que nessa segunda etapa da campanha, que vai até o dia 18 de Novembro, a ideia é consciencializar a população sobre o fato de a sociedade brasileira ter sido construída a partir da imigração.

“Essa campanha tem por intuito esclarecer a nossa identidade cultural, a nossa identidade migratória. O Brasil foi forjado em fluxos migratórios, e essa é a nossa natureza, natureza não só migratória, mas também uma natureza solidária, humanista, integradora e, portanto, acolhedora de imigrantes e refugiados em todo o mundo.”

Beto Vasconcelos esclarece que o Governo vai trabalhar na Internet  através das hashtags   #EuTambémSouImigrante e #XenofobiaNãoCombina. A campanha disponibiliza ainda o site eutambemsouimigrante.com.br, em que a população imigrante e refugiada também pode participar. Também se dará por meio das redes sociais o slogan “Brasil – A Imigração Está no Nosso Sangue”.

Segundo dados do Ministério da Justiça, o Brasil abriga actualmente 8.530 refugiados, sendo 2.097 deles sírios, 1.480 angolanos, 1.093 colombianos  e 850 refugiados nascidos na República Democrática do Congo. Além disso, o país recebeu mais de 12,6 mil solicitações de refúgio de pessoas que querem permanecer no Brasil.

transfweqise abaixo artigo
loading...

NO COMMENTS