Continua a queda dos cidadãos de nacionalidade portuguesa que se candidataram à residência no Reino Unido. Foram cerca de 3500 durante o mês de Abril, menos de metade do que em Março.

No mês anterior já se tinha notado uma quebra significante, com 7500 portugueses a pedirem o estatuto de residentes, quase metade das 14.100 candidaturas de Fevereiro.

São os valores mais baixos desde o início do processo Brexit, em Abril de 2019. Segundo o relatório mensal do ministério do Interior sobre UE Settlement Scheme, publicado hoje, até ao final de Abril tinham-se inscrito 276 900 portugueses, atrás dos polacos, romenos e italianos, num total superior a 3,5 milhões de europeus.

Os cidadãos da UE, bem como suíços, noruegueses, islandeses e nacionais do Liechtenstein, têm até 30 de Junho de 2021 para se registarem.

O settled status é atribuído aos que residam há pelo menos cinco anos no Reino Unido, enquanto o pre-settled status aos que estão no Reino Undo há menos.

A Câmara dos Comuns aprovou segunda-feira na generalidade a proposta de lei para o novo sistema de imigração. Novas exigências serão feitas, tais como qualificações profissionais ou académicas e um salário mínimo de 25 600 libras.


Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of