Está confirmado o que o LusoTimes avançou em primeira mão.

o Reino Unido vai mesmo impor uma quarentena de 14 dias, obrigatória portanto, às pessoas provenientes do estrangeiro, confirmou esta manhã o secretário para a Irlanda do Norte, Brandon Lewis.

Tem como objetivo “proteger a saúde das pessoas e manter o nível R (taxa de transmissão) baixo e o mais perto de zero nas próximas semanas e meses”, afirmou o governante à BBC Radio 4.

Os pormenores da medida irão ser divulgados esta tarde por Priti Patel, secretária do Interior, na habitual conferência de imprensa do Governo sobre a pandemia Covid-19.

“Agora que o nível R baixou e que há menos pessoas a viajarem para o Reino Unido, o impacto marginal que uma pessoa pode ter é muito diferente daquele quando o R estava mais alto e o vírus se espalharva amplamente pelo Reino Unido”, justificou Brendon Lewis à BBC Radio 4.

Esta quarentena tinha já sido referida por Boris Johnson há duas semanas, como parte do plano de início do desconfinamento.

A medida não vai ser aplicada à Irlanda devido aos compromissos de livre circulação na fronteira com a Irlanda do Norte previstos nos acordos de paz para aquele território britânico.

Aplica-se também aos britânicos que regressem do estrangeiro. As autoridades irão fazer inspecções e multar em 1.000 libras quem não estiver no local que indicou à chegada, onde irá passar as próximas duas semanas.


Deixe um comentário

  Subscribe  
Notify of