(Imagem: Met Police)

Um homem foi condenado após ser considerado culpado de espancar e estuprar uma mulher.

Osman Suleyman, 31, sem endereço fixo, foi condenado em Woolwich Crown Court em 26 de junho a 16 anos de prisão e cinco anos estendidos sob licença.

17 de março, no mesmo tribunal, Suleyman foi unanimemente considerado culpado de duas acusações de estupro, agressão (ABH), ameaças de morte e prisão falsa.

No início do julgamento, ele logo se declarou culpado de mais de uma acusação de ABH.

O tribunal ouviu como, em 4 de outubro de 2019, Suleyman e vários outros estavam no centro da cidade de Woolwich.

Entre o grupo estava uma mulher de 23 anos, conhecida por Suleyman. Nas primeiras horas do sábado, 5 de outubro, o grupo retornou a um apartamento em Charlton, SE7. Esta era a casa de um dos amigos de Suleyman e Suleyman estava temporariamente hospedado no local.

Até aquele momento, a noite tinha sido bem-humorada, mas o humor de Suleyman começou a mudar. Ele exigiu que a vítima praticasse atos sexuais contra ele como pagamento pelas drogas e álcool que havia comprado e, quando a vítima recusou, Suleyman ficou violento.

Ele bateu no rosto dela repetidamente usando um espanador de juntas e a bainha de uma faca e também a chutou.

Suleyman então forçou a vítima a realizar um ato sexual com ele e depois a estuprou.

Suleyman disse à vítima que, se ela contasse à polícia, ele a mataria.

A vítima sofreu ferimentos extensos como resultado de sua provação, recebendo cortes e contusões no rosto e hematomas no corpo.

Quase imediatamente, depois de deixar o endereço, a vítima encontrou um amigo que ao ver esta em perigo chamou a polícia. A polícia compareceu e falou com a vítima, que foi levada para o hospital.

Oficiais localizaram o endereço do crime e a entrada foi forçada. Suleyman estava presente no local e foi preso.

Na cena, havia sinais claros de perturbação com o sangue manchado nas paredes e na porta da cozinha. Havia também roupas e roupas de cama em uma máquina de lavar roupa que parecia manchada de sangue.