Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa

In “Mensagem” (1934)

Créditos da foto:

"Para além da curva da estrada"Para além da curva da estradaTalvez haja um poço, e talvez um castelo,E talvez apenas…

Posted by Para Português Ler on Sunday, 28 June 2020

Fernando Pessoa https://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Pessoa

Mar Português – poema de Fernando Pessoa, dito em 5 linguas

Pedro Assis Coimbra
PAC, português cidadão do mundo, nasceu em Amiais de Baixo, Santarém em 29 de outubro de 1958 e vive em Budapeste há mais de 40 anos. “Militante das Palavras” escreve poesia porque é a maneira que tem de respirar e viver.