bty
Uma receita muito saborosa e muito fácil de preparar!

O couscous, é um prato típico que teve origem no Magrebe, no norte da África, pelos povos berberes que viviam em tribos em zonas onde agora estão vários países como é o caso da Argélia, Mauritânia e, claro, Marrocos.  É um dos pratos mais requisitados entre mouriscos e árabes e faz parte da cultura desses povos. O processo de fabrico é muito rudimentar. O couscous é feito com farinha de trigo (trigo duro ou trigo da terra), fermento e água morna temperada com sal e folhas de segurelha, sendo trabalhada até se transformar numa massa granulada. A massa assim granulada vai para o “couscouseiro” que é colocado sobre uma panela com água, demorando 2 horas a cozer a massa. Depois de cozido, o couscous é retirado e esfregado, ainda quente, com as mãos. Finalmente, é espalhado num terraço onde seca ao sol durante 2 ou 3 dias, e está pronto a ser consumido.

Ingredientes:

  • 6 gambas crescidas
  • 1 cc gengibre
  • 1 limão
  • 1 dente de alho
  • 2 cs de azeite
  • ½ chávena de vinho branco seco
  • Especiarias a gosto
  • 1 pitada de paprika picante
  • Sal a gosto

Instruções:

  1. Deixe as gambas a marinar com o gengibre, o sumo de limão e o sal (mín. ½ hora)
  2. Pode até deixá-los no frio de véspera envoltos numa película transparente
  3. Numa frigideira refogue o dente de alho picado e adicione as gambas
  4. Vá virando até ganharam uma cor rosada (cca 4-5 minutos)
  5. Junte o vinho branco e deixe o álcool evaporar
  6. Retire as gambas e reserve a frigideira
  7. Descasque e limpe os camarões, mantendo apenas a barbatana caudal
  8. Retifique os temperos e polvilhe com a paprika

Para o couscous:

Instruções:

  1. Utilize a mesma frigideira onde preparou o camarão
  2. Junte a água e leve novamente ao lume com a cc de azeite
  3. Quando começar a ferver retire-a do lume
  4. Adicione o couscous, o açafrão, as cenourinhas cortadas em finas rodelas, a manteiga e as ervas aromáticas
  5. A água deve ficar cerca de 5mm acima do couscous
  6. Fora do lume vá mexendo e envolvendo com um garfo até o couscous ficar solto e cozido.

Finalmente é só empratar, dispondo as gambas por cima do couscous, adicionando o pesto e usando uma cenoura cortada ao meio, como decor.

Blog Notas de Degustação

Facebook Chef Rivotti

Arnaldo Rivotti
Português, profissional de comunicação, peregrino convicto, umas vezes ensaísta, outras vezes chef de cozinha, Arnaldo Rivotti, nasceu em Maringá-Brasil, a 30 de agosto de 1958. Fez o Caminho de Santiago, uma experiência que lhe mudou a vida.