Apesar do apelo de Boris Johnson e de todas as autoridades britânicas para que as pessoas fiquem em casa, a fim de evitarem o contágio da Covid-19, os londrinos continuam a fazer a sua vida normal, como o comprova o ambiente vivido esta manhã no metropolitano da capital.

As imagens e os vídeos da elevada afluência de passageiros no metro já inundaram a internet, circulando a grande velocidade pelas redes sociais. Finn Brennan, sindicalista da ASLEF, deixou as suas críticas. “Isto é perigoso para a saúde dos trabalhadores do metro que têm mesmo de usar o sistema”, escreveu no Twitter, acrescentando que “os condutores e os outros trabalhadores estão furiosos.”

 

 

Veja o vídeo