Antes de falar sobre o que pode transformar o amendoim em um vilão da alimentação, vamos esclarecer uma dúvida que atinge muitas pessoas: o amendoim não é um fruto seco. Ele não faz parte do grupo das oleaginosas, mas sim, das leguminosas.

Vamos falar das razões pelas quais o amendoim, apesar de possuir ótimos valores nutricionais, pode não ser a melhor escolha para a saúde de algumas pessoas.

Malefícios do amendoim

Pode ser alérgico

Não é raro encontrar pessoas com alergia ao amendoim. Estas, certamente descobriram de forma desagradável e não podem chegar perto sequer de alimentos que sejam processados na mesma máquina que o amendoim. Essa alergia pode acontecer logo na infância, como uma predisposição, ou pode ser desenvolvida, principalmente se consumido em excesso.

Possui toxina

O amendoim possui uma toxina chamada aflatoxina, que é produzida por um fungo. Ela é tóxica e cancerígena, sendo muitas vezes a responsável por desencadear a alergia. A aflatoxina pode inflamar o organismo. Quando em casos mais sérios, pode danificar o fígado ou o cérebro. Quando for comprar o amendoim em formato industrial, pode verificar se há um selo de “Qualidade Certificada Pró-Amendoim-ABICAB”, que garante um amendoim livre da aflatoxina.

Possui uma proteína resistente

A lectina é uma molécula de proteína que, após estudos, constatou-se ser muito resistente às enzimas digestivas. Ela chega à corrente sanguínea intacta, o que pode causar sérias doenças, pois as proteínas precisam ser degradadas na digestão ou danificam seriamente as artérias.

Essa proteína também pode atrapalhar o processo de emagrecimento, visto que tem a capacidade de repetir o comportamento da insulina, aumentando a quantidade desse hormônio, ficando armazenada no organismo em forma de gordura.

Necessita de fungicidas e pesticidas

Por ser uma leguminosa mais sensível ao desenvolvimento de fungos, o cultivo do amendoim, ao menos o não orgânico, necessita do uso de fungicidas e pesticidas, que acabam por ser consumidos, já que sua casca não é tão rígida quanto a de frutos secos como nozes, e por crescer embaixo da terra, exposto à umidade e aos produtos tóxicos.

Possui ômega-6

As pessoas têm maior conhecimento da gordura boa chamada ômega-3, mas poucos ouviram falar do ômega-6. Por conta do alto consumo de ômega-6 em disparidade com o consumo de ômega-3 e excesso de outras gorduras poli-insaturadas, o organismo fica mais propenso ao desenvolvimento de problemas metabólicos e doenças crônicas.

Portanto, não basta apenas conhecer o aspecto positivo dos alimentos, por mais que sejam vários. Tudo tem dois lados e toda ação gera uma reação. O principal a fazer é sempre manter o equilíbrio. Você não precisa eliminar completamente o amendoim da sua rotina alimentar, mas precisa saber a quantidade adequada a consumir para as necessidades do seu organismo.

De modo geral, procure consumir, tanto o amendoim quanto outros frutos secos, em sua forma orgânica e sem condimentos, mesmo o sal e o açúcar.

E então, você já teve alguma experiência ruim que desconfiou ser por causa do amendoim? Com estas informações, poderá ficar mais atento ao que consome e aos sinais que o seu corpo envia.

Cuide-se e partilhe esse artigo para passar a informação adiante!

Source

NO COMMENTS